Ticker

6/recent/ticker-posts

Se lembra do adolescente mais obeso do mundo? Ele emagreceu 482 quilos e está irreconhecível



Khaled Mohsen al-Shaeri já foi conhecido como o adolescente mais obeso do mundo e devido ao seu peso, ele vinha até correndo risco de vida, pois estava com a saúde comprometida. Os médicos chegaram a conversar com a família sobre a necessidade de se fazer algo urgente, antes que fosse tarde demais e o garoto tomou uma decisão que mudou sua vida.

Determinado a ter um futuro diferente, Khaled precisou ser retirado de sua casa contando com a ajuda de várias pessoas, pois devido ao seu peso, foi um processo bastante complicado.

O jovem morava no segundo andar de um edifício na cidade de Jarzan, na Arábia Saudita e não tinha a menor possibilidade de sair de lá pelos meios normais, ou seja, descendo as escadas, pois ele mal conseguia andar dentro do apartamento.


As equipes chegaram a demolir uma parte do prédio e só assim foi possível tirar Khaled Mohsen al-Shaeri de lá, mesmo assim foi bem complicado. Ele ficou mais de dois anos sem sair do quarto e estava em sua cama, quando a mesma foi suspensa por cabos.

Com a ajuda de um caminhão e vários técnicos, o garoto foi retirado de lá e levado em uma ambulância até o aeroporto, de onde seguiu para King Fahd medical City, que fica na capital saudita, onde ele iniciou o tratamento que lhe permitiu voltar a sonhar com uma vida diferente.

Foram 30 profissionais da área da saúde que trabalharam sem parar para ajudar o adolescente a perder peso e o resultado impressionou a todos. Ele começou a fazer uma dieta saudável e aos poucos foi praticando algumas atividades físicas mais leves.


Sessões de fisioterapia possibilitaram a Khaled conseguir a movimentar-se novamente, mas tudo foi feito aos poucos, para não comprometer a saúde do jovem, que já estava em situação difícil.

Algum tempo depois, Khaled passou por uma cirurgia para remoção do excesso de pele e hoje, aos 29 anos, pesa 64 quilos e tem uma vida praticamente normal.


Postar um comentário

0 Comentários